A mais vendida

A Bloomberg mostrou um ponto de vista diferente sobre o terremoto que está sacudindo os últimos dias na industia automobilistica mundial. No mundo dos negócios, a ameaça de que a Toyota irá se tornar o maior fabricante de automóveis do mundo pode ser considerada como uma autêntica declaração de guerra. Carlos Ghosn (presidente da Nissan) quer utilizar a GM como forma de crescer e alcançar o seu irmão japonês, se valendo das plantas industriais subutilizadas (ou até mesmo paralizadas) da GM para lançar novos Nissan ao mercado.

Da outra parte, a expansão da Toyota continua com o investimento mensal de 1,3 bilhão de dólares na criação de novas fábricas na América do Norte, Europa e Asia.

De nenhuma maneira se pode considerar a aliança entre GM e Renault-Nissan como um trampolim para que Nissan possa alcancar com um salto a desenfreada Toyota. Os planos do gigante japonês indicam 10,3 milhões de veículos vendidos no mundo para 2010, enquanto a Renault-Nissan comercializaram juntamente 6 milhões de veiculos este ano. Porém se somadas às vendas da GM, este valor ultrapassaria os 14 milhões de unidades. Somente o tempo dirá se as negociações entre Carlos Ghosn e Rick Wagoner terminam evitando a médio-longo prazo a consolidação da Toyota como o maior fabricante do mundo.

Fonte: Bloomberg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: