Especial – Linha 2007

Essa época do ano é quando as montadoras nacionais fazem a apresentação de suas linhas novas, na maioria das vezes. Toda semana aparece um novo modelo, uma nova opção de cor, um estofamento diferente ali, uns opcionais diferentes e voilà, surge uma linha nova. Nosso mercado (incluso mexicanos e mercosulizados), prometeu muitas mudanças nas linhas 2007 de seus carros. Alguns com uma pequena maquiagem, outros com reestilizações, gerações novas de velhos conhecidos e até modelos completamente novos para nós. Esse “Especial Carros 2007” foi montado pelo AutoDiário pra mostrar todas alterações realizadas pelas montadoras – que começaram no Fit, já em fevereiro, e que não têm previsão de acabar. A maioria da linha 2007 já está a venda, mas ainda há surpresas para os brasileiros. Confira:

Chevrolet


A GM é uma das mais precoces em apresentações de linhas. O primeiro a chegar foi o Astra, em março. O modelo veio com claro foco na versão Advantage, a mais barata, que se expandiu à versão sedan e hatch 4 portas. Mais tarde recebeu opção de câmbio automático e airbag duplo nesse acabamento. O compacto
Celta veio em maio, com cara nova, mais refinado e requintado, pra agradar ao público e alfinetar a concorrência, cada vez mais simples. Já outros modelos como a família Corsa, Classic, S10 e Blazer chagaram a linha 2007 na surdinha, só mudando ligeiramente a gama de cores e estofamento, como é de praxe na GM. Mais recentemente, a Zafira veio quase sem novidades, adotando um ar digital com design mais moderno e um sistema eletrônico com mais funções. Já o Vectra ainda é 2006, oficialmente. Mas já encontra-se a venda nos concessionários. A linha ganhou um ar digital novo e sistema de som com tocador de MP3, já noticiado aqui. O lançamento da versão Comfort, mais básica, ainda é incerto. E o ano se fechará com a apresentação do Prisma, último 2007 da marca. Ele será apresentado em outubro, com porta-malas de boa capacidade, design inspirado no Vectra e motor 1.4 Flexpower de aproximadamente 95 cavalos. Juntamente ao Prisma a GM apresentará o Celta com a nova motorização 1.4 Flexpower.

Citroën


O primeiro 2007 Citroën a chegar nas concessionárias da marca foi o C3. Além da apresentação do modelo
XTR, as versões GLX e Exclusive ganharam as lanternas translúcidas da reestilização européia, que é esperada para a nossa linha 2008. O argentino Berlingo veio com seu último suspiro com a carinha atual: a versão Sport, com detalhes cinza nos pára-choques e plásticos exteriores, rodas de liga exclusivas, barras no teto e interior prata. Já o Xsara Picasso será apresentado essa semana, e como novidade mais significativa terá o motor 1.6 16V bi-combustível de 113 cavalos, além do primeiro equipamento de navegação (GPS) num carro brasileiro, um opcional que será vendido em parceria com o Guia Quatro-Rodas.

Fiat


Também fã de linhas novas no começo do ano, a Fiat apresentou o Palio 2007 em abril. Como novidade, apenas o pacote de opcionais “30 anos” incluía mudança nas lentes dos faróis e lanternas, além de adesivos, frisos laterais, rodas de liga e faróis de neblina. Esse mesmo carro pode ganhar uma segunda linha 2007, até o fim do ano, com a reestilização já mostrada aqui. O Doblò chegou logo depois do Palio, onde a única novidade era a versão HLX, com alguns equipamentos a mais em relação à agora mediana ELX. O Idea 2007 trouxe ar-condicionado de série, além da nova versão Adventure. Perdeu, porém, quase metade da gama de cores que compunha a linha 2006. O Palio Fire chegou há pouco, trazendo a frente e traseira da segunda reestilização, pára-choques sempre na cor do carro e faróis com lentes escuras. E finalmente, essa semana foi apresentado o Mille 2007. As maiores novidades ficam por conta do primeiro motor nacional apto a passar pelo Euro IV, que só entra em vigor em 2008, dos quatro anos de garantia anti-corrosão e de um novo sistema de imobilização (Fiat Code II, apresentado no Palio em 2003), esse estendido à Fiorino e ao Uno Furgão, que também já são 2007. Os outros modelos continuam 2006, sem expectativas sobre mudanças significativas.

Ford


A maior novidade da linha 2007 da Ford foi o mexicano Fusion, apresentado no meio desse ano. O carrão americano chegou com motor 2.3 e o acabamento mais luxuoso, SEL. Vendido por preço de categoria inferior, mostra bom custo/benefício. Além do Fusion, a Ford já tinha apresentado a F-250 em maio, com novo motor diesel de 203 cavalos (o mais potente veículo nacional), além da opção de tração 4×4, há muito desejada por seus donos. Faróis, grade e rodas novos, além de som com MP3 complementam a linha 2007. A linha Fiesta chegou há poucas semanas e trouxe como novidade apenas o motor 1.0 bi-combustível, de 73 cavalos. Mudanças de acabamento e cores não ocorreram, já que na linha 2006 o carro já passou por mudanças profundas nessas áreas. A Courier 2007 chega em outubro, e apesar de estar pedindo há muito tempo uma reestilização, será mantida assim pelo menos pelo próximo ano, graças ao seu bom custo/benefício, que atrai muitos clientes. Como novidade apenas a opção de uma versão furgão, com a caçamba fechadaFora isso, os outros carros continuam sem mudanças significativas, só com os corriqueiros estofamentos novos e opções de cores diferente, nada significativo.

Honda


A Honda não tem mais novidades nacionais para esse ano. Tudo que era pra ser 2007 já é. Ela trouxe a linha precocemente no Fit, em fevereiro, com mudanças nos pára-choques, rodas e estofamentos, além do ganho de equipamentos, mudança no painel de instrumentos e sistema de som. Já o Civic chegou em maio na 8ª geração, bem mais moderno, com um design esportivo, bons equipamentos de série, versões LX, LXS e EXS e motor 1.8 de 140 cavalos (reduzida a 127cv na LX, restrita a vendas especiais). O mexicano Accord não terá linha 2007 tão cedo, e seu conterraneo, CR-V, chega em nova geração no começo do ano que vem.

Mitsubishi


A montadora japonesa, com o intuito de unificar mais seus modelos, lançou em agosto a Pajero TR4 levemente reestilizada. Entre as novidades, faróis e lanternas inspiradas nos modelos maiores da marca, novas rodas e cores. O preço, contudo, se manteve. Já a linha L200 ganhou o modelo Outdoor, em substituição ao Sport, que sai de catálogo. As mudanças mais perceptíveis são os pára-choques em plástico negro e as rodas de 16 polegadas. Já seu SUV, a Pajero Sport, chegou na linha 2007 com a novidade da fabricação nacional, em Goiás. Em relação a antiga japonesa, ganhou retoque na dianteira e traseira, novas rodas e novo motor V6 de 200 cavalos. A versão diesel de 127cv chegou logo depois.

Nissan


Nada de novo nacionalmente na marca japonesa: Frontier e X-Terra continuam as mesmas, sendo a única novidade uma série especial EcoTrip para o segundo modelo. As novidades maiores vêm ano que vem, com a nova geração dos dois modelos. Importante será a apresentação dos mexicanos Tiida e Sentra no Salão deste ano. As vendas destes modelos ainda não estão confimardas, pela grande demanda de ambos no mercado americano.

Peugeot


O único carro nacional, o 206, entrou na linha 2007 no começo de agosto. Entre as maiores novidades, a versão de entrada Sensation ganha novos estofamentos, além da opção de direção hidráulica e ar-condicionado separados, o que não acontecia na linha 2006. A intermediária Presence ganhou pára-choque com entrada de ar maior (o popular pára-choque “bocão”) e faróis de neblina. Toda a linha ganha nova configuração da antena, e piscas laterais transparentes. Já o 307 chegou com a atualização do modelo europeu. Grade mais sorridente ainda, faróis superelipsoidais e reconfiguração da lente da lanterna traseira são as novidades. O motor 1.6 se torna flexível e os acabamentos Presence e Presence Plus se fundem num único Presence, ficando num nível de equipamentos mediano comparado aos dois anteriores.

Renault


Com o Clio modificado em 2006, era natural que ele continuasse o mesmo para 2007. A única mudança foi a perda da versão Expression para a configuração 2 portas e motor 1.0 8v. Fora isso, o carro continua o mesmo. A Scénic ganha versão Sportway, com acabamento mais esportivo e aventureiro. O mesmo acontece com o Kangoo, que recebe também novo banco traseiro com três apoios de cabeça integrados ao banco. Já o Mégane chegou à linha 2007 com nova geração, em março, igual a européia, com motor 1.6 (bi-combustível) e 2.0, ambos 16V, e acabamento Expression e Dynamique. O câmbio automático seqüencial chegou ao motor maior em maio.

Toyota


Seu único modelo nacional, o Corolla, recebeu poucas mudanças na linha 2007. Mais opções no catálogo de cores, tecido diferente nos bancos, calotas novas pro XLi e rodas novas pro XEi. Como novidade maior, aparece já em algumas concessionárias o acabamento S, uma versão baseada no Corolla XEi e na Fielder, com detalhes de acabamento esportivos, como faróis de neblina, maçanetas e capa do retrovisor em cinza, saias frontal, lateral e traseira, painel interior prateado, bancos em couro e som com MP3. TIrando a versão S, a Fielder continua a mesma, ainda mantém os pára-choques e rodas do Corolla 2003, sua única novidade foi a introdução de faróis de neblina como item de série. Já as argentinas Hilux e SW4 se manterão as mesmas pra 2007, depois da nova geração apresentada esse ano.

Volkswagen


A VW apresentou essa semana sua linha 2007 toda de uma vez, em todos os modelos, com direto até a publicidade em seu site e revista. Apesar de toda a apresentação da linha, só o Polo e Fox tiveram mudanças significativas. O primeiro ganhou a reestilização ocorrida na Europa há um ano. Além do design europeu, vieram nova padronagem dos tecidos, novo design no quadro de intrumentos, volante com airbag modificado e som 2-DIN. É oferecido também, como novidade, sensores de estacionameto e espelho direito que desce ao ser engatada a ré, o que a montadora chama de “tiltdown”. Já o Fox, além de novas calotas nas versões mais baratas, volta a ter a versão Sportline, e agora conta com opção de novas rodas, faróis de dupla parábola, banco traseiro bi-partido e o “pacote tecnológico” que inclui espelho interno antiofuscante automático e o externo direito com o tiltdown. A SpaceFox e o CrossFox recebem esses equipamentos também. O Gol perde a versão Copa, que se integra a Power, que sai agora com faróis a lanternas escurecidos, além do aplique preto na grade. A Parati perde a versão Sportline e entrega o bastão de versão luxuosa à Track&Field. Jetta chega do México com a missão de brigar no segmento dos médios. Traz bom custo/benefício, com motor 2.5 e equipamentos exclusivos na categoria, como ESP. Santana e A3 saem de catálogo. Os outros modelos continuam idênticos à linha 2006, sem mudanças profundas.

Texto: Adriano Vieira
Fotos: Divulgação
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: