As novidades da Fiat – Parte I

Traços modernos na nova versão esportiva do Fiat Palio

Depois de conferir, aqui no AutoDiário, sobre os projetos da Volkswagen para o mercado sul-americano nos próximos anos, a série de boletins informativos com os projetos das montadoras daqui continua. E a Fiat obviamente não vai ver o fabricante alemão lançar novos produtos de braços cruzados, à exemplo da rival, que perdeu a liderança pela mesma atitudes. Ela fará a “manutenção” da linha do seu carro-chefe, lançará produtos belos e atraentes e investirá em nichos nunca esperados até a década passada. Bem-vindos ao final da primeira década do terceiro milênio.

Palio “G4” – Há algum tempo era difícil imaginar que a Volkswagen pudesse ser ultrapassada em vendas. Mas a Fiat o fez graças, principalmente, a uma linha de veículos que caiu no gosto do brasileiro: a família Palio. Com a proposta de enfrentar o Gol e ser o sucessor da família Uno, a linha Palio tirou a liderança de vendas da família Gol e levou a Fiat à liderança.

A “quarta geração” (entre aspas, pois na realidade o Palio tem uma única geração, com retoques na dianteira, traseira e painel durante os seus 11 anos de vida) abrirá espaço para um novo produto da marca. A versão luxuosa do hatch (HLX), que nunca emplacou em vendas, sairá de catalogo. De quebra, deverá manter a versão com aspecto esportivo 1.8R e oferecê-la também em duas portas, como é feito na Argentina com a atual geração. Por fim, a linha será composta pelas versões ELX 1.0 e 1.4, além da 1.8R, em duas carrocerias. Os motores serão os mesmos 1.0, 1.4 e 1.8, com aperfeiçoamentos.

O modelo ganhará um ar de requinte para suas derivações sedan (Siena), perua (Weekend) e picape (Strada). Por fora, o Palio tem grande inspiração da nova identidade da marca, a grade mais à frente do conjunto óptico. Croma, Grande Punto e Bravo foram cruciais para esta inspiração, que conferiu um desenho mais esportivo ao modelo. A perda fica por conta dos faróis com uma única parábola. Porém ganhará faróis de neblina de série em todas as versões. Na traseira, as lanternas diminuíram (e lembram modelos como o Clio I e o Peugeot 106) e o vidro deixou de sobrepor as colunas da tampa do porta-malas. Nas laterais, as primeiras mudanças significativas em 11 anos: dois vincos, um sobre as maçanetas e um outro no centro da porta, que partem da dianteira até a parte traseira do veículo, na horizontal, e os pára-lamas ganharam “arcos” salientes que contornam as caixas de roda, como no Fiesta. Para completar, o novo recorte dos vidros traseiros na versão duas portas deu um toque de modernidade. As rodas são oficialmente de aro 15 no 1.8r, que ganhará uma suspensão com recalibragem mais dura que o atual.

As mudanças no interior foram menores. Ganhou novo volante e grafismo no painel, além de um marcador de combustível digital, com 18 marcações (ao contrário dos comuns de 7 marcações usados nos concorrentes da GM e Ford). O acabamento interno melhorou.

O lançamento é dia 28 de fevereiro.

A versão de entrada do novo modelo mantém os bons detalhes, e será lançada num tom “vibrante”

Traseira ganhou desenho conservador

Nos próximos dias publicaremos as outras novidades do fabricante italiano.

Texto: Matheus Q. Pera
Fotos: Felipe Monteiro

Anúncios

22 Respostas to “As novidades da Fiat – Parte I”

  1. Caio Says:

    rapaz… bem mais agradaveis dessa vez!!! Não o ideal! Mas mto melhor!!!

  2. Anonymous Says:

    Que traseira horrível, sinceramente prefiro muito mais o G3!!!!!!

  3. Roberto BH Says:

    Ficou ótimo!!!! Nós brasileiros temos que nos acostumar com as tendências mundiais e não ficarmos vivendo de passado. “os palios” G1, G2 e G3 são bonitos mas ficaram para trás em vista de outros modelos e agora a Fiat tem que se atualizar tbm. Estou esperançoso de ver a família adventure mais linda ainda do que a atual!!!

  4. Anonymous Says:

    Gostei sim…essa fotos estão bem melhores…

  5. Anonymous Says:

    Tendencias mundiais?? Roberto dos comments, me desculpa discordar de vc, mas a tendencia mundial eh a eliminacao de vincos na lataria, para criar um perfil mais aerodinamico(vide newcivic) e o ligeiro crescimento dos modelos atuais(vide o novo mercedes classe C). As montadoras brasileiras tem o pessimo habito de contrariar isso, salvo exceçoes claro, empobrecendo seus carros como o novo vectra, gol e agora o palio.

  6. Anonymous Says:

    A data correta do lançamento é dia 28 de fevereiro.

    Até,

    Barbosa

  7. Roberto Says:

    Horroroso esse Palio, a traseira principalmente! Esse vidro traseiro tá muito estranho… as lanternas nem se fala. A frente tá até simpática mas sem graça, a do G3 é bem mais bonita.

  8. Mauricio Says:

    Eu acho que um carro quando bem desenhado, a gente nao tem que acostumar com o desenho… a gente olha e ja acha bonito! Ninguem achou estranho o novo Fiesta em 2002 quando lancado, não foi preciso “adaptar-se” ao novo desenho… O novo Polo, a reestilizacao foi muito bem aceita, e ninguem achou que o antigo era mais bonito… as montadoras insistem nessas reestilizacoes ao inves de lancar algo novo. Quer diferenca? veja as novas geracoes de fiesta, corsa, golf, astra, punto, etc na europa… aquilo sim é nova geracao. No Brasil se muda o farol de lugar pra poder vender e dizer que é novo. São feitas tantas mudanças no mesmo carro, que fica ate estranho e “tentamos nos acostumar” com o desenho diferente no mesmissimo carro… no minino irritante. Pelo menos o Palio nao regrediu como o GOL!

  9. Caio Says:

    Vou ter que discordar do ultimo anonimo! Acho que um carro como o palio só ficaria mais caro com aumento de tamanho, oq em um “popular” não ajuda em nada. E os vincos ou eliminação deles acho uma questão mto mais estética do que aerodinamica em um carro que a maioria das vendas está concentrada no modelo 1.0
    Quando o Roberto falou em tendencia, acho que tem relação com o fato de praticamente tdas as montadoras estarem criando uma identidade visual. As marcas de superesportivos fazem isso há anos! E agora vem sendo adotado por fiat, volks, gm, ford… a peugeot faz isso tem anos. E na minha opnião identidade visual da marca, é uma tendencia mundial!

  10. Anonymous Says:

    [i]”Nós brasileiros temos que nos acostumar com as tendências mundiais”[/i]

    Tendência mundial ou tendência do mercado brasileiro??? ¬¬

    Acho que depenar um carro, colocando faróis e volantes mais simples, dar uma maquiadazinha no carro pra falar que eh outra geração não seja uma tendência mundial, mas sim uma tendência do nosso mercado, que visa basicamente a redução de custos e enganar o consumidor

    Tá, precisava alinhar o Palio com o design dos Fiats europeus, ok, mas não precisava empobrecê-lo assim a exemplo do que a VW fez com o Gol

    Sinceramente esse Palio ficou horrível, remetendo a carros da década passada, esta traseira a la Clio I =X

  11. Caio Says:

    Rodas a partir de aro 14, farol de milha de série, no minimo o mesmo acabamento… é empobrecer? A fiat retirou o palio hlx e a versão básica ex! E apenas por questão de vendas! Isso é empobrecer?! Td bem!

  12. Matheus Q. Pera Says:

    O Palio terá que abrir espaço para o Punto. Seja agora, seja depois. Como sempre, a Fiat traz a renovação com vários itens, que vão se perdendo ao longo do tempo.
    Aliás, acabei de passar uma tarde andando com um Palio Fire. Puta carro apertado e seco, hein?!

  13. Matheus Q. Pera Says:

    Mauricio – Concordo contigo. Piores exemplos a gente tem com 206 e S10. O primeiro mudou os componentes dos faróis e lanternas e o nome das versões. E, segundo a Peugeot, é nova geração.
    A picape da Chevrolet ganhou aquela grande em forma de cruz, uma abertura no capô como tomada de ar, molduras em volta das caixas de roda e o adesivo “CHEVROLET” na traseira e chamaram de nova geração…

  14. Anonymous Says:

    Olha, de todo jeito prefiro a fiat mudando o palio assim e para melhor, diga se de passagem, do que a ford que lançou o novo fiesta!!! NOVO??? colocou um par de faróis novos e o chamou de novo?? me poupem né, amigos!!!
    e podem apostar comigo: este palio vai vender muito, porque “ao vivo” este carro chama a atenção mesmo, com uma pequena resalva na traseira que poderia ter ficado um pouco melhor.

  15. Caio Says:

    Matheus o palio fire é a versão mais básica de tdas e tem o pior acabamento ele é barato justamente por ser seco e em questão de opcionais o pacote dele da um custo beneficio melhor que os outros compactos! E se vc acha apertado anda dentro do corsa classic ou do celta. O espaço do palio esta entre um dos melhores da categoria

  16. Luciano Says:

    “… este palio vai vender muito, porque “ao vivo” este carro chama a atenção mesmo… “

    Você viu o carro ao vivo?? foi você que tirou as fotos??

    Fala sério né amigo.. como pode afirmar que chama atenção ao vivo se não viu..

    Traseira horrorosa.. lanternas de Mitsubishi Colt 94.. isso é tendência mundial??

  17. Mauricio Says:

    Esse negocio de pacote de acessorios de serie, é coisa de lancamento… lembram-se quando saiu o G2? Todos modelos EX e ELX vinham com direcao hidraulica de série… depois de uns meses ( pouquissimos por sinal ), sabe o que aconteceu? virou opcional.
    Esses opcionais “de gratis” acabam sendo embutidos no preco do carro no lancamento, que sempre é mais caro na concessionaria que o anunciado. O ultimo bom exemplo é o Prisma: nao achei em nenhum lugar um que custasse 29.990 como afirmaram todos os sites de carros da internet, ao contrario, no lancamento os carro ficam mais caros! O preco anunciado é para ingles ver mesmo…
    Isso tudo é ilusao… ninguem quer ganhar menos do vinha ganhando antes.O esquema é: baratiar custos e vender pelo mesmo preco. Itens de serie? no lancamento somente, onde os precos são mais altos! depois, a maxima é depenar o carro
    É isso ai….

  18. Anonymous Says:

    O Palio é apertado sim, tem o menor entre-eixos de todos os compactos, que é 2,373 m.

    Só ganha do Mille que tem 2,363 m

    A titulo de comparação, o Fox tem 2,464 m, o Fiesta tem 2,491 m, o 207 tem 2,442 m e o Celta tem 2,443 m!

  19. Anonymous Says:

    haha quem falou tendência mundial aí? =D

    deixar o carro mais feio, retroceder para um design daqueles carros da década de 90…

    fala sério, ele ficou horrororo, ainda mais com esse verde chegay, quem vai ser o louco de comprar um com uma cor dessas, ele já é feio e se for pra chamar mais atenção assim ^^

  20. Matheus Q. Pera Says:

    Caio – Espaçoso? Eu tenho 1,70m e bato com o joelho na alavanca de câmbio 🙂 Nada contra o Palio, longe disso. Mas o espaço não é referência. O Uno tem menor entre-eixos e é mais espaçoso. Fiesta e Fox dão aula de espaço nos outros modelos. O Corsa está ao nível do Palio, mas tem melhor acabamento que o Fire. E o Celta é apertadíssimo! Mais que o Palio, com certeza. E se o Fire não é a versão mais básica, qual é? Ele tem o menor preço dos Palio e é um popular…

  21. Roberto Says:

    LUCIANO, eu já o vi de perto, e posso te afirmar que ele é bonito sim. Não fui eu quem tirou as fotos pois eu estou em Betim quase que o dia inteiro e estas fotos foram feitas na cidade de Natal. Agora, cada um tem uma opinião eu expressei a minha deixando uma ressalva qto a traseira pois na minha opinião eles deveriam ter mantido “a altura” das lanternas traseiras como no G3. E tem mais, opinião cada um tem a sua, se vc discordar de mim, com respeito, tudo bem. Sds.

  22. Márcio C. M. Says:

    A traseira se parece com o Peugeot 106. Mto feia mesmo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: